top of page
  • Foto do escritorFilipe Leitão

Bastidores da Trilha Sonora do Documentário 'EU' de Ludmila Dayer

Fernanda Souza e Max Tovar

A composição de trilhas sonoras para filmes é uma arte complexa e multifacetada, que requer sensibilidade e compreensão não apenas da música, mas também da narrativa e das emoções envolvidas na história. Minha colaboração no documentário "EU" de Ludmila Dayer, que retrata a jornada de autodescoberta da diretora, foi um exemplo vivo dessa complexidade e gratificação.


Dirigido por Ludmila Dayer e estrelado por Fernanda Souza, "EU" é uma obra cinematográfica envolvente que mergulha nas complexidades da jornada humana de autodescoberta. Com uma narrativa emocionante e uma abordagem sensível, o filme convida o espectador a refletir sobre temas profundos como saúde mental e superação. Além disso, vale destacar que o filme possui um visual deslumbrante, capturando de maneira magnífica os cenários naturais que servem de pano de fundo para a história.


Filipe Leitão e Ludmila Dayer

Minha jornada na composição da trilha sonora de "EU" começou quando Ludmila estava visitando Richmond, VA, onde moro, e compartilhou comigo a história do filme que acabara de filmar no Brasil. Inspirado por suas palavras e pela profundidade emocional da narrativa, criei uma primeira trilha que buscava capturar não apenas os dramas da personagem, mas também a conexão com a natureza e o ambiente rural em que o filme se passa. Ludmila queria algo que evocasse o campo, elementos mais rústicos e sentimentos profundos, e o resultado foi uma trilha sonora que ela descreveu como perfeitamente adequada ao clima do filme. Escute a seguir:



Além de elementos rústicos, usei também o piano e instrumentos orquestrais, como cordas e madeiras, para criar uma atmosfera mais profunda e envolvente. As cordas, em particular, foram fundamentais para transmitir a emoção e a intensidade dos momentos mais dramáticos do filme. As flautas, por outro lado, adicionaram uma qualidade mais orgânica e terrena à trilha, refletindo a conexão com a natureza. Esses elementos combinados ajudaram a criar uma trilha sonora que não apenas acompanha a narrativa, mas também a enriquece, proporcionando uma experiência emocional mais profunda para o público.


Durante nossa colaboração, tivemos várias reuniões no Zoom, onde Ludmila compartilhou sua visão de como a música poderia complementar cada cena e cada capítulo do filme. Eu explorei algumas ideias ao vivo durante essas sessões, tocando o teclado até encontrarmos o clima perfeito. Em alguns momentos, Ludmila destacava o sentimento principal que desejava evocar, e eu criava a trilha no clima discutido. O processo dela de editar algumas cenas com base na minha música, algo incomum na indústria, reflete a harmonia da nossa colaboração. Segundo a diretora:

Colaborar com o Filipe no meu filme foi uma jornada harmoniosa, onde cada nota era como uma pincelada que delineava a alma da minha história, criando uma sinfonia de emoções que ressoava com a própria batida do coração da narrativa.

Ludmila Dayer na estreia do filme no Brasil
Ludmila Dayer na estreia do filme no Brasil

Em 2023, o filme teve sua estreia no Brasil, com premieres emocionantes em São Paulo e Rio de Janeiro, além de uma exibição especial em Los Angeles, nos Estados Unidos. Nessas ocasiões, a trilha sonora ganhou vida na tela grande.


A trilha sonora de "EU" está disponível nas plataformas de música, como Spotify, Apple Music e YouTube Music, permitindo que os espectadores mergulhem ainda mais na emocionante jornada de Ludmila Dayer. O filme está disponível nas plataformas Aquarius e Globoplay e, em breve, estará disponível internacionalmente.


Assista a seguir ao trailer do filme.



Essa colaboração me ensinou muito sobre a importância da música na narrativa cinematográfica e como a música pode enriquecer profundamente a experiência do espectador. Espero ter a oportunidade de trabalhar com Ludmila em outros projetos emocionantes como esse, continuando a explorar os limites da música e do cinema.

71 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page